Mês: janeiro 2016

Survival Guide to Carnival in Brazil

Fiz uma versão em inglês do Guia de Sobrevivência no Carnaval do Brasil!

Compartilhe com os amigos gringos que vierem para a festa – ou que virão nos próximos anos!

It doesn’t matter if you are going to Rio, Recife and Olinda, Salvador, Belo Horizonte, São Paulo or another Brazilian city with carnival dominating the streets, it’s required that you are 99% disposition, sagacity and resistance with that 1% shamelessness to survive and have a great time during the 5 party days – and I say 5 because I’m not counting the pre and post-carnival parties that start in Brazil right after the New Years and end just when everybody is tired of jumping and dancing (which is kinda NEVER). So.

Carnival – or, like we say in Brazil, Carnaval – is the celebration of excess, madness, flirting, carnal pleasures, life. It’s the time to go over the top, wear costumes, kiss strangers, try new foods, new music, have new experiences, dance until you fall off your heels. But life goes on after carnival. Thankfully! In order to move on from the party with no bad consequences, it’s better to take some precautions, right? Right.

So come with me, read this little guide and make sure your carnival has only happy moments!

(this Guide was first published in this blog in Portuguese)

CHOCADA: a fronteira entre Tailândia e Laos mudou muito nos últimos 3 anos!

Há 3 anos, a fronteira entre Tailândia e Laos era composta por 2 casinhas de madeira e um barquinho que levava as pessoas de um lado a outro no rio mekong.

Hoje em dia… QUANTA DIFERENÇA!

Não tinha nada que lembrava os tempos de 2012!

Leia o post pra saber informações objetivas sobre o cruzamento da fronteira entre Tailândia e Laos e fique de queixo caído ao ver a diferença entre as fronteiras em apenas 3 anos.

Manual de Sobrevivência no Carnaval

Seja no Rio, Recife e Olinda, Salvador, Belo Horizonte ou São Paulo, é preciso 99% de disposição, sagacidade e resistência e aquele 1% de safadeza para sobreviver ao carnaval durante seus cinco dias. E eu digo cinco dias só se você não contar com os blocos de pré e pós carnaval que começaram depois do reveillon e só vão terminar quando todo mundo cansar de pular.

Vem comigo, dá uma lida nesse manualzinho e assegure que seu carnaval vai ter só alegria!

Dicas para caçar a aurora boreal na Escandinávia

Para quem sonha em ver as luzes dançantes da aurora boreal, não existe tempo frio demais nem euro alto demais que não possa ser contornado por muito planejamento (e poupança!).

Fernanda Didini e Flávio Pessoa compartilharam com o blog como foi o planejamento e a viagem em um email super fofo de viagem com fotos incríveis que tirou por lá! Espero que ajude você a planejar a sua viagem e que também tenha a sorte de ver essas luzes mágicas! Eu já estou sonhando com elas desde que recebi o texto…

Pausa para o çai em Istambul, Turquia

Olá! Comecei uma categoria nova no blog! Pequenos Prazeres, sobre (dã) pequenos prazeres de viagem que custam pouco ou nada para aproveitar o que o mundo tem pra nos oferecer sem precisar vender as jóias da vovó – a herança a gente vende pra fazer outros passeios 😉

Pensei nessa categoria para ajudar os amigos que estão com siticotico pra viajar, mas ainda titubeiam pensando no preço do dólar. Viajar não precisa custar caríssimo! Basta saber escolher pra onde vai o dinheiro. E o blog quer te ajudar nessa, vem comigo!

Pra começar a Pequenos Prazeres, não podia deixar de escrever sobre Istambul, cidade que mora no meu coração. O ritual de tomar çai – a qualquer hora do dia, só ou acompanhado – é delicioso, barato e a desculpa perfeita pra descansar o corpo depois de muito perambular pela cidade.

Rolar para cima