Splitwise, o app para dividir despesas que vai descomplicar suas viagens em grupo

Dinheiro é frequentemente uma fonte de stress em viagens em grupo, afinal uma paga por certas coisas, outra paga outras contas e de repente tá todo mundo se devendo alguma grana, uma confusão difícil de resolver que pode inclusive ser o começo de várias brigas. Não mais! O Splitwise veio para acabar com as discussões “quem pagou o quê” em viagens! E ainda é grátis!

 

Há alguns anos, meu amigo Rafael Souza viajou para a África do Sul com um grupo grande e me contou maravilhas sobre o Splitwise. Ele falou sobre como foi fácil dividir contas de bar, despesas com hospedagem, comprinhas para a casa alugada, registrar dívidas em diferentes moedas…. Guardei a informação em alguma gaveta na memória, mas só fui mesmo precisar do aplicativo recentemente, quando viajei para o Uruguai junto com 6 amigas (veja os posts sobre essa viagem aqui!).

 

E, meudeus, que aplicativo incrível! Na verdade, ele também é um site: tem versão em app para android e apple, além da versão para desktop. Todas as versões são gratuitas!

 

Recomendo muito que você baixe agora e comece a usar nas suas próximas viagens em grupo! Acho que até pra viagens em dupla pode ser uma boa, especialmente se forem duas pessoas de humanas, hahaha. O Splitwise permite que você aproveite as férias sem ter que fazer conta pra dividir gastos – nem na mesa do bar. Maravilhoso!

 

Nós tínhamos um grupo grandinho, 7 mulheres, que chegaram em duas datas diferentes, o que poderia ter sido uma fonte de stress e contas feitas e refeitas pra ver se estava tudo certo… mas nós já começamos a usar o splitwise antes de sairmos do Brasil, quando começamos a comprar mantimentos para cozinhar na casa que alugamos, e seguimos registrando tudo no aplicativo.

 

Essas foram as últimas movimentações do nosso grupo Bonde UY, que foram basicamente os acertos de contas após a viagem propriamente dita:

 

Splitwise eusouatoa 4

 

 

O app foi criado para ser usado tanto para pessoas que dividem casa quanto em viagens em grupo. Ao criar um grupo de viagem, é possível alterar a moeda em que foi feita a despesa, o que facilita se for um rolê internacional e tiverem gastos em vários países. Por exemplo: quando fomos para o Uruguai, gastamos em reais (passagens e compras que levamos do Brasil pra Punta del Diablo), em pesos uruguaios (os gastos durante a viagem) e em dólares (a champagne que compramos no free shop e o aluguel da casa).

 

Antes da viagem, cadastrei o nosso grupo no aplicativo e mandei o link gerado pelo próprio app para que todas as participantes entrassem no grupo.

Uma vez que todas as pessoas estão cadastradas, basta ir registrando os gastos, sempre colocando um título que ajude a identificar a que se refere – também dá pra incluir uma foto (da conta detalhada, por exemplo) e uma nota explicando do que se trata. Cada despesa aparece já com os valores divididos para uma das participantes.

 

 

Splitwise eusouatoa 5

 

Ao cadastrar uma despesa no app, é preciso marcar quem participou da compra – que pode ser todo mundo ou só algumas das pessoas do grupo. Como uma das minhas amigas é vegana, por exemplo, a gente não a incluiu nas compras de alimentos que ela não come, como carne, leite e ovos. Também dá pra cadastrar pagamentos individuais, por exemplo: a Luísa comprou um protetor solar pra mim, porque o meu estourou na bolsa durante a viagem, então ela registrou pelo app uma dívida que era só minha.

 

É um aplicativo muito inteligente, mesmo, e nessa viagem a gente não teve oportunidade de explorar todos os recursos que ele oferece – quem sabe nas próximas?

 

A funcionalidade “simplificar dívidas do grupo” é a mais incrível de todas: o aplicativo calcula todas as despesas a serem pagas e redivide os valores de modo que cada membro do grupo tenha que pagar o que deve a apenas uma pessoa (quando isso for possível), ao invés de pagar 10 reais pra uma, 30 reais pra outra, receber 25 reais daquela e 5 reais desta… aquela confusão de viagens em grupo que muitos já conhecem.

 

Splitwise eusouatoa 2

 

Todos do grupo podem incluir despesas e registrar pagamentos de dívidas – e não é preciso esperar a viagem terminar para quitar despesas. Então, quando foi chegando o final da viagem, quem tinha pesos uruguaios pagou em dinheiro vivo as suas dívidas às amigas que tinham grana pra receber (e que já tinham gastado quase todos os seus pesos), economizando, assim, idas desnecessárias à casa de câmbio. Como o uso de cartão de crédito é restrito a alguns estabelecimentos em Punta del Diablo, a gente também revesava quem pagava cada conta com cartão para equilibrar quem pagou o quê. Na volta, as dívidas que restaram foram acertadas sem nenhum stress.

 

Te convenci? Espero que você curta como a gente curtiu! Espero que as suas viagens sejam mais simples e felizes 🙂

Links para a versão do app para android, apple, e o site.