15 dicas para sobreviver a voos longos e troca de fuso horário

Pernas e pés inchados, dor de cabeça, enjoo, dor de ouvido, horários desencontrados… são muitos os obstáculos para chegar linda e maravilhosa depois de uma sequência de voos longos que nos levam ao outro lado do planeta.

 

Na verdade, minha teoria é que ninguém consegue chegar linda e maravilhosa depois de uma maratona de aviões, mas é possível tomar algumas providências para aterrissar no destino mais viva do que morta.

 

Ninguém quer passar a primeira semana de férias em outro país com os horários todos trocados e dormindo pelos cantos – e aí, quando você se acostuma com o fuso horário do outro lado do planeta, você tem que voltar e se reacostumar a tempo de voltar a trabalhar. Voltando da Tailândia ao Brasil, enfrentei 31 horas e 15 minutos no ar, fora o tempo de espera em 4 aeroportos de três países diferentes – haja energia!

 

Nem precisa voar mais de 24h pra considerar que o voo é muito longo: passou das 5h, já é bom tomar algumas providências para evitar o inchaço das pernas.

 

Além da duração dos voos propriamente ditos, tem ainda os problemas que são agravados pela diferença de altitude, umidade, níveis de oxigênio e pressão, além do desconforto de passar todas essas horas sentado em uma cadeira da classe econômica.

 

São muitos obstáculos para serem driblados, mas depois de pesquisar bastante na internet e testar algumas estratégias, criei minha própria rotina de avião para superar os maiores desafios dos voos longos. Confira as dicas e chegue ao seu destino de férias com mais energia para aproveitar muito desde o primeiro momento!

 

escala-voos_muito_longos-eusouatoa

Antes do voo:

1. Reserve o hotel/albergue pelo menos da primeira noite

Mesmo se você for daqueles que não gosta de ter tudo da viagem já planejadinho antes de viajar, é sábio reservar pelo menos a primeira noite no seu destino final. Reserve pelo booking através deste link e apoie o blog 🙂

Se você já sabe onde vai dormir, já pode pesquisar a melhor forma de sair do aeroporto e ter uma preocupação a menos quando chegar.

 

2. Prefira chegar à noite

Parece que é perda de tempo: chegar e já dormir? Quero é curtir! – mas não, amigo, acredite em mim.

O melhor dos mundos é conseguir chegar e dormir, afinal você vai estar cansado depois de voar sentado durante muitas horas.

Por isso, o melhor é conseguir voos que cheguem ao destino no final da tarde/princípio da noite, a tempo de chegar, ir tranquilamente até o hotel (de preferência de transporte público, se houver), comer alguma coisa e cair na cama. Assim você já acorda no outro dia descansado e pronto para experimentar o que aquele país oferece de café da manhã.

 

voos_muito_longos-dentro-eusouatoa

A paisagem de quem não senta na janela…

 

3. Escolha um bom assento no avião

Você vai passar muitas horas ali, então pense bem antes de marcar o seu assento. Se couber no seu bolso (e o voo for muito muito longo), considere pagar um pouco para ter mais espaço.

Algumas considerações sobre os lugares do avião:

  • Se você vai muito ao banheiro, prefira um lugar no corredor. Eu prefiro ficar na janela, mas quando tenho que sair, é aquele drama pra acordar o passageiro do lado, pular a cadeira dele ou fazer ele levantar, etc.
  • Mais perto do fundo o barulho do motor é mais alto e tem mais movimentação de pessoas.
  • Perto dos banheiros também sempre tem muita gente e podem surgir cheiros desagradáveis.
  • Na fileira das saídas de emergência as cadeiras não reclinam – EVITE!!

Se acontecer de você ficar em um assento de saída de emergência, diga ao comissário que você não se sente seguro para realizar os procedimentos de segurança (caso haja uma emergência e você tenha que abrir a porta, deus nos livre).

Eles são obrigados a te conseguir outro lugar. Nesse caso você pode acabar num outro assento ruim, mas pelo menos ele vai reclinar para trás.

 

voos_muito_longos-comida-2-eusouatoa

 

 

4. Peça refeição especial (e/ou leve lanchinhos)

A meu ver, a segunda principal função do voo de avião comercial é alimentar os passageiros (a primeira é nos levar a um novo destino, óbvio hehehe). Isso nas companhias aéreas que ainda oferecem refeições gratuitas, claro.

Acontece que a comida não costuma ser lá muito boa – é geralmente gordurosa, o prato quente é invariavelmente aquecido no microondas e os frios quase congelam na geladeira. Uma amiga minha ama comida de avião, mas ou ela teve muita sorte nos voos que fez ou não entendo muito bem de onde esse sentimento masoquista vem!

 

Geralmente as refeições para vegetarianos são mais gostosas do que as padrões da companhia aérea. Isso porque elas são feitas em menor quantidade. Elas também são entregues antes das outras (viva!). Mesmo sem ser vegetariano, recomendo que, se sua companhia aérea permitir, você já marque a opção de dieta especial. Geralmente você também pode informar isso na hora de fazer o check-in online.

 

Eu também gosto de levar as minhas próprias frutas secas, biscoitos e salgadinhos para substituir as refeições menores, porque comer aquele pão duro com manteiga e ovo de microondas no café da manhã simplesmente não dá.

Lembre-se: não é permitido levar líquidos em voos internacionais, leve apenas sólidos na sua matula.

 

5. Prepare sua mala de mão para voar

Minha mala de mão tem sempre um bom livro e uma revista, o guia para o lugar que estou indo (de papel ou PDF para ler no celular), fones de ouvido bons que cancelem o som externo, comidinhas para beliscar na sala de embarque e durante o voo, chicletes para relaxar os músculos da face durante subida e descida da aeronave e escova de dentes e maquiagem para sair gata do avião.

 

E vale lembrar: despache tesouras (inclusive de unha), canivete suíço, lixa de unha de metal e outros objetos pontiagudos e/ou cortantes na mala grande. Os líquidos devem estar em embalagens de até 100mL (não adianta ter 50mL de shampoo numa embalagem de 200mL, ok? Já me aconteceu…). A exceção são alimentos para bebês: água esterelizada e comida de neném costumam poder exceder 100mL, mas precisam estar à mostra para inspeção no controle de segurança do avião. Confira as normas no site da companhia aérea que operará seu voo.

 

6. Comece a preparar seu corpo para o fuso horário do seu destino de viagem

As estratégias são diferentes dependendo de para onde você vai.

 

  • Se o destino das suas férias é a costa leste dos EUA ou do Canadá, México, Caribe e América do Sul, a diferença de fuso é bem pequena, não precisa se preocupar muito.
  • Se for voar para a Europa ou África, vai ter que adiantar o relógio em algumas horas e provavelmente terá dificuldades para dormir quando anoitecer durante os primeiros dias. Tente dormir e almoçar mais cedo durante a semana antes da viagem.
  • Se sua viagem é para a costa oeste dos Estados Unidos e do Canadá, durma e almoce mais tarde do que está acostumado durante a semana que antecede a viagem.
  • Já se for voar para a Ásia, Austrália, Nova Zelândia e outros países do outro lado do globo, aí a confusão é geral: enquanto é noite no Brasil, é dia claro por lá e bem mais difícil de se adaptar. A melhor estratégia é virar a noite antes do seu primeiro voo (se ele for de manhã) e depois dormir nos voos de acordo com o fuso horário do país de destino.

 

7. Escolha uma boa roupa de viagem

Ela precisa ser super confortável! Algo que não aperte as pernas (o risco de trombose é real!) nem os pés, que seja aquecido o suficiente para aguentar o ar condicionado do avião e que não tenha nada de metal (vai ser um saco tirar e colocar quando for passar na área de segurança do aeroporto).

 

 

voos_muito_longos-montes-urais-eusouatoa

Montes Urais vistos da janela do avião. Essa paisagem se estendeu por quase uma hora, belíssimo!

Nem tudo é terrível durante um voo longo.

 

Durante o voo:

8. Durma de acordo com o fuso horário do seu destino final

As companhias aéreas querem que a gente entre no avião, coma o amendoinzinho que eles dão logo após a decolagem e durma durante todo o voo, acordando para comer. Mas isso nem sempre é o melhor a fazer! Tenha o fuso horário do seu país de destino em mente e tente sincroniza-lo com seu sono durante os voos longos.

 

Eu sei que isso é difícil e tem até explicação científica de porque sentimos sono no avião: os níveis de oxigênio na cabine são mais baixos do que o normal


, o que faz com que nos sintamos cansados.

 

Minhas estratégias para me manter acordada são: ler (principalmente no começo do voo, quando ainda não estou cansada), ver filmes e séries disponíveis no serviço de entretenimento à bordo, observar o mundo passando debaixo de nós pela janela, desenhar, conversar com a pessoa do lado (se ela for legal e não estiver querendo dormir, hein?!), passear pelo avião – essa última atividade também é importante porque…:

 

9. Movimente-se!

Serão muitas horas parado sentado naquelas cadeirinhas de tamanho ínfimo, então não se esqueça de se levantar, alongar, fazer o sangue circular. Pessoas com histórico de problemas circulatórios, cardíacos, diabetes, hipertensos, idosos e fumantes precisam ter atenção redobrada! O risco de trombose é real!

Tento me levantar a cada uma hora de voo (quando estou acordada) e também fazer alongamentos das pernas enquanto sentada e mudanças de posição na cadeira sempre que possível.

 

voos_muito_longos-comida-eusouatoa

Essa carne estava incomível, as saladas tavam meio congeladas, mas pelo menos o brownie era bom.

 

10. Alimente-se bem

Não é porque a companhia aérea está te dando comida toda hora que você precisa aceitar sempre. Óbvio, né? Mas quando a gente está lá no ar, todo frágil e cansado, é fácil simplesmente aceitar tudo que vem.

 

Especialmente se você vai fazer um voo com muitas escalas (tipo esse meu indo e voltando da Tailândia), toda hora vai aparecer comida na sua frente – e muitos dos alimentos oferecidos nem é gostoso.

 

Caso você queira comer carne ou se esquecer de pedir refeição especial tenha em mente que o prato quente vai ser aquecido no microondas, então… na hora do momento “carne ou frango”, é melhor saber mais detalhes antes de decidir:

  • é melhor escolher a carne que vier cozida (esqueça coisas “fritas”!), que aquece melhor no microondas
  • dispense o que for queijo derretido, a não ser que você curta queijo muxibento de microondas
  • prefira molhos de tomate a molhos de queijo (mesmo motivo acima)
  • escolha a opção de comida que mais parecer com algo que a nacionalidade da companhia aérea faria. Tipo comida japonesa da Japan Airlines.

 

Outra estratégia é tentar comprar alimentos frescos (tipo salada e frutas) quando estiver esperando uma conexão.

 

11. Hidrate-se!

Aviões têm o ar muito mais seco do que o normal (se você mora em Manaus, então…), por isso não deixe de se hidratar com frequência. As boas companhias aéreas costumam oferecer bebidas a cada duas ou três horas, mas você também pode chamar o comissário de bordo e pedir água quando quiser – é grátis. Ou então você pode andar até a parte de trás onde ficam os comissários e pedir um copim d’água – é bom que você se movimenta e se hidrata ao mesmo tempo!

 

A falta de água causa dor de cabeça, enjoo, boca, garganta, nariz e olhos secos… e pode até afetar seu sentido de paladar e olfato! Se tiver olhos sensíveis, considere levar colírio na necessáire.

 

Outra informação valiosa: bebidas alcoólicas têm três vezes mais efeito durante o voo. Isso se dá porque a quantidade de oxigênio dentro do avião é diferente e altera a maneira como metabolizamos o álcool. Por isso, por mais que seja tentador, maneire e tome muito mais água.

 

12. Cuidados com os ouvidos e respiração

Quem tem dor de ouvido frequentemente deve consultar um médico antes de embarcar e levar remedinhos para caso de emergência. Além disso, protetores auriculares costumam estar à disposição caso precise. Não hesite em perguntar!

 

Enjoo durante o voo também pode ser devido à diferença dos níveis de oxigênio dentro do avião. Depois de muitas horas no ar, eu já estava em um estado de quase loucura dentro da aeronave, com o estômago revirado e extremamente cansada da maratona de voos.

 

Levantei, fiz uma pequena rotina de alongamentos, voltei ao meu assento e respirei fundo diversas vezes, imaginando que o oxigênio estava sendo levado para cada célula do meu corpo. Funcionou! A sensação de mal estar passou e consegui terminar o voo sem maiores problemas.

 

voos_muito_longos-aviao-eusouatoa

 

13. Use o tampão de ouvido e a máscara para dormir

Mesmo se você tiver um sono de pedra, os barulhos são constantes no avião e influenciam bastante na sua sensação de cansaço durante o voo. Mesmo enquanto você dorme os ossinhos do ouvido seguem vibrando ao som do motor da aeronave e impedem você de descansar completamente. Minha vida mudou quando aprendi a usar o tampão de ouvido oferecido pela companhia aérea! Faz realmente muita diferença.

 

A máscara para dormir também ajuda a dormir melhor, especialmente se você estiver tentando dormir enquanto as luzes da aeronave estão acesas ou se o sol estiver brilhando forte na janela aberta próxima a você.

 

14. Medite!

Aproveitei as mil horas de voo para relaxar o corpo e a mente.

Fui para a Tailândia especialmente para participar de um retiro de meditação, então nada melhor do que praticar enquanto voava!

 

Depois do voo:

15. Faça o máximo para obedecer o fuso horário do lugar

Se não deu para dormir no regime certo antes e durante o voo, é o momento para tentar se adaptar ao novo horário. Se chegar à noite, é bem mais fácil: vá dormir. No dia seguinte você já estará se sentindo bem melhor! Se seu voo chegar antes, invista num café ou outra bebida com cafeína para te manter acordado até a hora certa de dormir de verdade.

 

16. Aceite e aproveite

Mesmo se o fuso estiver ainda um pouco trocado, não se irrite nem tente forçar seu corpo a fazer algo que ele não quer.

Abrace o jet lag que sobrar.

Vá sair pra balada se estiver sem sono, saia para caminhar de manhã se acordar cedo demais, abuse dos lanchinhos entre-refeições se estiver com fome fora de hora. Você está de férias, elas não combinam com stress!

 

voos_muito_longos-escala-eusouatoa

Eu no avião depois da 3ª escala… imagem tirada com o snapchat

Me segue por lá!

2015-07-28 13.06.06