estupro

Há uma epidemia de violência contra a mulher – e aí?

Ou será que a violência apenas começou a ser noticiada?   Nas manifestações que envolvem todo o país, é lamentável a quantidade de cartazes machistas que pipocam pela internet e pelas ruas. Criaram até um tumblr pra eles.   É chocante ver tantos cartazes errados nas manifestações que nós entendemos como “corretas”, ou pelo menos com reivindicações interessantes?   É. Mas eles estão nas ruas sem vergonha nenhuma exatamente porque essas pessoas que os empunham não enxergam que estão erradas. Que não acham que existe nada errado em objetificar uma mulher, em diminuí-la, em considerá-la incapaz para certas coisas, em …

Há uma epidemia de violência contra a mulher – e aí? Leia mais »

ainda sobre o estupro: quando a violência está dentro de casa

Quem me lê há mais tempo (essas 30 pessoas que entram todo dia aqui, rs) sabe que este não é um blog sobre feminismo, assim como ele não é um blog sobre culinária, nem um blog literário, nem um blog de imagens, nem de música, sei lá. Eu posto aqui as coisas que eu estou afim e ponto. Ontem eu resolvi falar de estupro, uma questão que estava (ainda está) entalada na garganta há tempos. E acabou que ele teve muita repercussão, muito mais do que esse pequeno blog jamais sonhou em ter. Não quero mudar o tema do blog …

ainda sobre o estupro: quando a violência está dentro de casa Leia mais »

estupro: a culpa é da caça?

Li uma notícia que me entristeceu muito esta manhã*. Os funcionários de uma fábrica da Sadia embebedaram uma colega de trabalho, a estupraram, filmaram e fotografaram tudo e depois divulgaram as imagens entre os coleguinhas da firma. Leia a história toda aqui Não sei o que me revolta mais: o fato em si (8 caras violentarem uma mulher – que trabalhava com eles) ou o fato de eles terem documentado tudo e divulgado depois, como se achassem que o o estupro fosse legal de mostrar por aí, que foi engraçado/bonito, que o que fizeram não foi crime. Tá bom, tem …

estupro: a culpa é da caça? Leia mais »

Rolar para cima