Piquenique na Casa Kubitschek, Belo Horizonte

Eu já tinha ouvido falar que era possível fazer piquenique nos jardins do Museu Casa Kubitschek na Lagoa da Pampulha, mas não conhecia ninguém que já tivesse feito e não sabia como funcionava. Então, quando minha família sugeriu que fizéssemos um piquenique no Dia das Mães, sugeri a Casa para conhecermos o espaço. E, olha, já virou um dos nossos favoritos para piqueniques! Aqui em casa a gente ama fazer esse tipo de programa 🙂

O Museu Casa Kubitschek foi montado na casa projetada por Oscar Niemeyer para Juscelino na época que foi prefeito – não é um edifício público, foi financiado pelas contas pessoais do Jussa – para ser uma casa de campo à beira da novíssima Lagoa da Pampulha. Fora essa casa particular, Niemeyer projetou também edifícios públicos: o Cassino (hoje Museu de Arte da Pampulha), a Igreja da Pampulha (que tem belos painéis de azulejo pintados por Portinari), a Casa do Baile (que hoje também é museu e é o meu espaço preferido no complexo) e o Iate Tênis Clube.

 

casa-kubi-vista

Vista da sala da Casa Kubitschek pra Lagoa da Pampulha

 

Juscelino foi dono da casa por pouco tempo: depois de alguns anos, vendeu-a para a família Guerra, que foi a principal ocupante por várias décadas até que a vendeu pra prefeitura, que realizou sua restauração e abriu o museu em 2013. Os móveis em exposição no museu são os que a família Guerra usou ao longo de todos esses anos (alguns não foram restaurados, estão bem caindo aos pedaços). Ainda falta restaurar a casa de frente pra piscina, no fundo do terreno, mal posso esperar para abrirem pra ir lá visitar! Ainda que falte esse toque final, a casa já está super preparada para receber visitantes – e a entrada é gratuita! 

 

piquenique-casa-kubi-eusouatoa

Mamãe e suas filhas no piquenique <3

 

Os jardins nos fundos da casa, entre a casa principal e a piscina, são o espaço destinado a piqueniques. Eles oferecem esteiras de palha e sacos de lixo para ajudar na organização do evento. A principal limitação é o número de pessoas: são no máximo 15 convidados – ideal mesmo para um piquenique de Dia das Mães ou outra comemoração íntima. Também é importante ressaltar que não é permitido levar bebidas alcoólicas nem entrar na Casa Kubitschek com comida. Uma vantagem é que vira uma festa particular: só pode um grupo por vez! E olha que ótimo: é gratuito!

 

Para fazer o seu piquenique, basta mandar um email para a administração do museu e marcar a data ck.fmc@pbh.gov.br

 

Além de termos o espaço do jardim só pra gente, o monitor de plantão no museu também fez uma visita guiada no final do piquenique.

 

casa-kubitschek-eusouatoa

Corredor da casa, ao fundo está a parte superior da sala e no primeiro plano, Juscelino jovenzinho. Fiquei apaixonada por essa parede com tijolos de vidro, que permitem a entrada de muita luz sem perder a privacidade!

 

Gravei uma série de snaps (usando o snapchat. Me segue lá: eusouatoa) mostrando como foi o piquenique e o tour pela casa que fizemos depois da comilança. Baixei tudo e subi no youtube, espero que gostem!

 

Bom, é isso! Espero que esse post inspire muita gente a ir conhecer a Casa Kubitschek e a fazer piqueniques em seu lindo jardim!

 

Fiquem agora com o funk que não sai da minha cabeça desde que comecei a escrever esse post:

 

Alguns hoteis/hostels em BH:

Samba Rooms Hostel

Hostel Savassi

Home Center Hostel

Adrena Sport Hostel

Hospedagem Real

Ibis BH Liberdade

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *