Como tirar visto americano (entrevistas em SP)

Esse tipo de processo muda o tempo todo, ainda mais os Estados Unidos, que são cheios de regras e procedimentos de segurança. Tirei o meu no segundo semestre de 2014.

Quando e como tirar visto americano?

Está bem fácil tirar o visto. A melhor estratégia para evitar o stress é tentar fazê-lo com a maior antecedência possível.

Tá pensando em viajar pros EUA e tem 160 dólares de bobeira na conta do banco? Tira logo esse visto, porque ele vale 10 anos e se você quiser tirar em cima da hora, vai se irritar!

 

Se a entrevista demorar para ser marcada, se você precisar de tempo para ir até a Chácara Inglesa (onde é o Consulado), se você tiver que fazer o pagamento por depósito (que demora mais para ser processado), você vai tirar tudo de letra se tiver tempo.

 

Pra mim foi super tranquilo, depois de agendada a entrevista, demorou de 8 a 18 de setembro para ter meu passaporte vistado entregue na minha casa, contando os 7 dias de intervalo entre a primeira e a segunda entrevista! Muito rápido, considerando que todo mundo tinha tocado o terror quanto à demora. De qualquer maneira, gostei de ter feito sem ter viagem marcada: não me irritei com o sistema, li tudo direitinho e fui para a entrevista tranquila : )

 

Para quem tem que viajar para tirar o visto, uma dica é tentar marcar as duas entrevistas no mesmo dia ou, no máximo, uma entrevista pro sábado e outra pra segunda-feira. É preciso ver as datas disponíveis e aí fazer as contas de quantos dias de folga você consegue tirar.

 

Agora vamos ao COMO TIRAR O VISTO AMERICANO, que é porque estamos aqui.

 

O processo tem 3 partes diferentes:

 

Parte 1 – ONLINE

A primeira coisa que você precisa fazer é preencher o formulário D160 no site oficial do governo americano. Ele precisa ser respondido em inglês e com as informações bem precisas!
Se você não tem problema com a língua inglesa, é bem fácil de responder (se tem, melhor pedir ajuda a um amigo que saiba para responder tudo direitinho!).
A única hora que fiquei na dúvida foi quando pediu o contato de uma pessoa nos Estados Unidos. Mas, como explicou esse guiazinho ilustrado do Matraqueando, basta marcar N/A (not available).
Uma coisa que mudou de 2012 pra cá é que foto do visto tirada pela própria galera do CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante do Visto – segunda parte do processo), então é só preencher os dados e pronto! Você vai ver quando estiver preenchendo, não tem muito segredo.
Depois de salvar seus dados, você vai precisar escolher qual Unidade Consular você irá fazer a entrevista. Tem 4 no Brasil: Brasília, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. Eu fiz em São Paulo, já que estou morando aqui no momento.
Você verá uma tela (e também receberá por e-mail) uma confirmação com um código de barras – IMPRIMA ISSO. É com ele que você vai entrar no CASV, na segunda parte do procedimento.
Depois da pagina com o código de barras, você vai ser levado para uma página para pagar a taxa do visto. Ela foi US$160 (visto para não-imigrande B1 – a tabela toda está aqui), paguei com cartão de crédito no próprio site, mas o pagamento pode ser feito também por telefone, por depósito em agências do Citibank ou boleto bancário (mas demora mais para confirmar o pagamento).
Escolhi receber o visto em casa e achei a melhor escolha: o consulado é longe e o prazo é o mesmo.

 

Uma vez paga a taxa, é preciso esperar um tempo para o processamento do recebimento do seu pagamento. Eu consegui marcar as entrevistas um dia depois.

 

Entre nesse site, que é o site oficial de vistos dos EUA para agendamento de entrevistas (tem também muitas informações lá, confie, são a fonte oficial!) e faça o LOGIN, criando uma nova conta.

 

Você irá agendar primeiro a entrevista no Consulado Americano, depois a visita ao CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto). A entrevista no consulado, ainda que seja a primeira que você irá marcar, irá ocorrer APÓS a sua ida ao CASV.
Tudo agendado e certinho? Imprima os documentos necessários, reúna tudo e espere o dia da ida ao CASV.

 



Booking.com

 

Parte 2 – CASV – Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto

Marquei no CASV da Vila Mariana, que fica mais perto da minha casa. Cheguei 30 minutos antes do meu horário e foi tudo muito rápido: 40 minutos depois eu já tinha feito o que tinha para fazer lá.

 

É um processo meio industrial:
Você chega, desliga seu celular (dá pra entrar com ele, basta desligar), mostra seus documentos confirmando que você e você, que você tem passaporte, que você agendou sua ida. Aí alguém vai tirar suas digitais (Alô NSA, Alô Obama!) e uma foto (que é a foto que vai sair no seu visto. Reze para não ser um bad hair day).

 

FIM. É isso.

 

You are good to go.

 

Aguarde a data da sua entrevista no consulado.

 



Booking.com

Parte 3 – a entrevista no Consulado

Esse é o dia que eles vão decidir se vão te dar o visto ou não. O Consulado Americano em São Paulo fica na Chácara Inglesa – LONGE. Peguei um ônibus na Av. 9 de Julho e parei na Avenida Santo Amaro bem pertinho (andei o restante da distância).

 

Essa é uma recomendação importante: não é possível entrar no consulado americano com celular, pendrive, cabos de qualquer espécie e outros tipos de eletrônicos. Até canetas de metal são barradas. Então tente não levar nada. Eu não levei em nenhum dos dois dias, por isso esse post não tem fotos, rs. MAS eu estava com pendrive, cabos, caneta… tive que entrar e sair do consulado 2 vezes até me livrar de tudo que não podia (a segunda vez, não me deixaram entrar porque tinha um T (benjamin, aquele negócio pra conectar 3 coisas de uma vez numa mesma tomada) e tive que voltar lá pra fora, passar pela revista de novo, pela fila de novo, até entrar finalmente no consulado propriamente dito.

 

Para sua sorte, se você não consegue se separar do celular ou esqueceu de tirar algo da bolsa (como eu), existe um verdadeiro negócio de guarda-volumes na frente do consulado. Toda lojinha pode guardar suas coisas.

 

Uma casa bem na frente da entrada do consulado tem o preço mais caro: 12 reais (demora menos de meia hora lá dentro, então é 24 reais a hora pra guardar seu celular num cofre vagabundo). Um funcionário desse lugar fica bem na porta e se ocupa de te levar pra dentro quando os guardinhas do consulado te barrarem na revista portando um dos ítens acima. NÃO OUÇA A RECOMENDAÇÃO DELA, porque o serviço desse lugar é o mais caro.

 

Em lojinhas na mesma rua tem guarda-volumes a 5 reais, não precisa andar nem 20 passos a mais. Até a lanchonete na frente do consulado tem guarda-volumes (5 reais também).

 

É uma verdadeira chatice pra entrar no consulado. Primeiro você é revistado, aí te deixam passar até uma fila onde pegam seu passaporte, aí você vai pra outra fila pra passar pelo detector de metais, depois você entra mesmo no consulado.

E lá dentro tem mais espera: você fica sentado até chamarem seu nome.

 

O lugar parece um barracão improvisado: é só um teto com uma parede e vários guichês de atendimento. Os funcionários que fazem as entrevistas ficam em cabines que parecem ter vidro blindado (quantaaaa segurançaaaaaaa, juro, deu preguiça) e te entrevistam de pé mesmo.

 

E não se preocupe se não falar inglês: a entrevista será em português!

 

É super rápido, a não ser que eles tenham perguntas pra te fazer. No meu caso, que não tenho viagem programada para os Estados Unidos, contei que queria tirar o visto para ter (ele vale 10 anos!), que já tinha perdido oportunidades de viagem e trabalho porque não tinha o visto e aí mostrei meu passaporte que usei na volta ao mundo (que expirou ano passado) com todos os carimbos da viagem. Foi o único documento adicional que levei (além de passaporte e do papel que te dão no CASV carimbado)

 

Ela só comentou que eu viajava bastante, disse que sim, aí ela falou “Seu visto foi concedido” e me entregou um papelzinho que dizia que meu passaporte chegaria até 10 dias úteis depois da data da entrevista.

 

Chegou 2 dias úteis depois pela DHL!

Voilá!

passaporte-visto-eua-eusouatoa
Ignorem a cara de “não aguento mais fazer fila” da foto, por favor 🙂

 

Já está com a viagem marcada? Reserve seus hoteis:

 



Booking.com

60 comentários em “Como tirar visto americano (entrevistas em SP)”

  1. Oi Livia, gostei muito de ler seu post. Estou querendo tirar o visto americano e como você citou acima, estão “tocando o terror” na minha perspectiva. Pois bem, já li que é necessário levar documentos que comprovem o forte vinculo com o Brasil, tais como certidão de nascimento de filhos, carteira de trabalho, enfim, sabe? Quaisquer documentos que demonstrem que a criatura não quer ficar para o resto da vida nos USA. E você não levou nada disso? Sou de Curitiba, e pretendo tirar o visto no consulado do Rio, e não quero ficar carregando calhamaços de papeis à toa….O que você sugere, levo ou não levo toooooodos esses documentos? Super beijo….E desculpe as vaaaaaarias perguntas. Kelly

    1. Oi Kelly!
      Que bom que gosta do blog :))
      Acho que vale a pena levar os documentos que digam alguma coisa de verdade sobre seu vínculo. Carteira de trabalho seria uma dessas coisas eu acho, se você tiver. É legal também ter uma história contando o propósito da sua viagem, caso perguntem alguma coisa. E se tiver a viagem já planejada, vale levar os papeis com hotel reservado também. Eu não levei nada disso, mas consegui o visto mesmo assim. Acho que estar relaxada na hora da entrevista também conta muito!

  2. Oi … gostei muito do seu post, estou querendo ir em março de 2015 para Dallas com meus amigos, pra curtir mesmo, será que mesmo assim eu consigo o visto ?, pois nunca fui para a america

  3. Ola belo post.

    Então ano que veem 2016 , quero ir sozinho como turista minha mulher não somos casados e meu filho irão ficar aqui .irei tirar o passaporte de nos três para levar no dia .pois viajarei sozinho e creio que auxilia no visto para mim.trabalho a 6 anos em uma empresa creio que empregado ajuda também, após concedido o visto ele é válido por quanto tempo? Porque quando eu conseguir pedirei para ser mandado embora do serviço para viajar para lá e tentar uma vida legal por lá e depois de 6 a 1 ano levar a mulher e o filho pra morarem comigo .E possível ? OBRIGADO.

  4. Olá livia,

    Sabe me dizer se é possível agendar a entrevista na CASV e na outra semana realizar a entrevista no consulado Americano?
    O agendamento será realizado com antecedência.

    Desde-já Agradeço.

  5. Boa tarde Livia.
    Inicialmente parabenizo-lhe pelo brilhante blog acerca deste complexo processo (é muito difícil obter informações precisas)
    Minha esposa pretende levar a mãe dela para conhecer Miami em junho próximo. Ela e eu já temos um visto americano, então é necessário obter o da minha sogra, por isso as minhas dúvidas que lhe pergunto:
    1. Minha sogra tem 88 anos, é possível ainda obter este visto?
    2. O passaporte que ela tem já está vencido a mais de 20 anos. Para o visto, antes ele terá que fazer novo passaporte?
    2. Quando da entrevista no consulado americano, minha esposa pode entrar junto? A mãe dela tem um pouco de deficiência auditiva.
    3. Quanto tempo ela tem que ficar em São Paulo?
    4. Há tempo hábil para o passaporte e visto antes do início de junho?

    Agradeço sua boa vontade de ajuda.

    Cordiais saudações.
    Atenciosamente
    Adolfo

    1. Oi Adolfo! Obrigada por ler o blog 🙂
      Sobre suas dúvidas:
      1 – acredito que sim, não vejo pq não!
      2 – sim, ela precisa tirar outro passaporte, válido. E é nele que vão colocar o visto.
      3 – acho melhor você ligar no call center do consulado para confirmar!! Talvez precise de uma permissão especial.
      4 e 5 – O tempo da entrevista, depende das datas que você conseguir marcar.
      Um abraço grande!

  6. Oi Lívia! Seu blog é ótimo!

    Bom já tem um tempo que não trabalho fora, digamos “sou do lar”. Só meu marido trabalha. Temos casa própria, carro, casada no civil a 10 anos. Será que consigo o visto, pois sou dependente dele no IR.

    Um abraço e obrigada!

  7. Olá Livia! Eu gosta de saber uma informação eu nunca tive um visto.tenho um namorado americano eu irei viajar com ele para EUA pela primeira vez. Como faço para conseguir o visto? É fácil obter?

    1. Oi Luciene! Talvez você possa mostrar seus holerites (comprovantes de recebimento do salário) ou sua carteira de trabalho! E se você for dependente dos seus pais, o Imposto de Renda deles também seria bom…
      Abraços!

  8. ola livia, adorei o blog, gostaria de saber se tem como ir para os EUA com o visto de turista, e quando acabar o tempo se posso renovar para o visto de estudante, porque a principio quero ir para procurar uma escola e só depois de 6 meses me matricular, quais são os passos? obrigada

  9. Olá Lívia eu ganhei uma semana pela RCI em las vega com minha noiva mais para agendar um hotel pago pela rede RCI gostari do visto primeiro para ambos, detalhe é que preciso viajar até outubro deste ano será que dá? Vamos a turismo, ganhamos a viagem com direito a 1 semana mais queremos ficar no máximo 5 dias! Como devo proceder? Oq devo fazer!? Tenho os passaportes em mãos mais nunca usamos pois só viajamos pela América do sul e usamos só RG, terei problemas com o passaporte em branco??

  10. Boa noite Lívia! Parabéns pelo post, gostaria de saber se eu sou obrigado a ir para o Estado que eu coloquei no DS-160 ou se eu tenho liberdade de ir desde o Alaska à Massachusetts.

    Grato.

    1. Oi Félix, você pode ir pra qualquer lugar, não fica anotado no visto pra quais estados você disse que ia! Mas vale lembrar que o visto é só uma “autorização prévia” de entrada no país, você ainda vai ter que explicar sua viagem pra migração quando for entrar lá, tá? Beijo e boa viagem

  11. oi Livia , gostei muito da sua explicação é muito bem detalhado, mas mesmo assim ainda me surgiu algumas duvidas, eu nao tenho viagem planejada , trabalho em uma multinacional americana, que quer me enviar para ” training on the job” em san francisco, porem ainda nao tem nada definitivo, gostaria de tirar o visto para realizar turismo ano que vem ,a duvida é a seguinte : eu consigo visto mesmo sem dizer que planejo ir fazer treinamento pela empresa ? outra duvida , o visto B1/B2 serve para fazer treinamento tambem ? , devo mencionar em entrevista que estou planejando viajar para treinamento mas sem data prevista ?.
    obrigado novamente.

    1. Oi Everson, tudo bem?
      Que bom que gostou do post e do blog 🙂
      Você pode aplicar, sim, para o visto – eu recomendaria apenas falar dos planos de visitar o país como turista… se o seu treinamento for não-remunerado, não há problema nenhum em ir para o país com o visto de turismo, mas eu não deixaria dúvidas para o entrevistador lá do consulado, hehe.
      Quanto a ir ao país para fazer o treinamento com o visto de turista já emitido, não vejo problema! Para se certificar, que tal conversar com o RH da sua empresa sobre o tipo de visto que você precisa ter pra ir pra lá? Se for necessário um de trabalho (acho pouco provável), eles com certeza entrarão com os trâmites para você.

      Espero que a resposta tenha sido satisfatória! Volte a perguntar se tiver mais dúvidas 🙂
      Abraços!

  12. OI livia, muito obrigado pela resposta, agora estou com outra duvida, rsrs…eu peguei o passaporte meu e da minha esposa, ai fui dar entrada nos tramites do visto americano, quando fiz o preenchimento da DS160 coloquei que iria viajar com minha esposa, e fiz o preenchimento pra ela , colocando que ela viajaria comigo,
    ai fui cadastrar o MRV para poder pagar o boleto, adicionei nos 2 para a solicitação de visto, so que ficou um pouco salgado o valor devido a alta do dolar. entao decidi que irei tirar primeiro eu neste mes e depois ela , ja que nao temos urgencia de tirar o visto.
    Agora a pergunta : voçe sabe me dizer se pode dar algum problema se eu excluir ela la no campo MRV e gerar o boleto somente pra mim ? sabe se na entrevista eles podem achar estranho eu nao ter ido com ela e fazer separado ? muito obrigado desde ja .

    e até mais .

  13. Olá Lívia, ótimo blog ! Parabéns !! Preciso de ajudinha… Em 2006 eu, meu esposo e filha (na época com 7 anos) tivemos nosso pedido de visto negado, na época somente meu esposo trabalhava e era isento de imposto de renda (acredito ser esse o motivo da negativa do visto “baixa renda”).
    Agora nossa situação mudou bastante, meu esposo trabalha à 4 anos em uma mesma empresa salario 4160 e eu também trabalho à 2 anos com salario 1828, nossa filha atualmente com 17 anos estuda em colégio particular. Moramos em casa própria (cedida pelo meu sogro) temos carro.
    Pretendemos tentar o visto agora em Junho pra viajarmos em dezembro (passarmos 10 dias na Disney) e comemorarmos o aniversário da nossa filha (18anos). Por enquanto ainda não temos aplicação nem poupança.
    Você acha que agora temos chances de conseguir o visto concedido ?

  14. Oi Livia tudo bem ? voltei para detalhar minha corrida pelo visto americano que se iniciou por este site, da primeira vez que vim aqui me veio a duvida sobre informar sobre uma possivel viagem , etc… e que iria com minha esposa e depois mudei tirando ela , mas depois coloquei ela de novo, rsrs

    no fim acabou que minha empresa ira nao para San francisco como era previsto, mas me mandar para MIAMI no dia 6 de junho para treinamento.
    ontem fui ao CASV cadastrei a digital , hoje fui a entrevista marcada as 11h , recebi sua dica sobre os guarda volume , mas nao sabia como é caro o estacionamento, 25 reais a primeira hora !!!

    enfim ,foi super rapido ,

    O oficial de visto perguntou onde eu trabalhava, se eu estudava , quanto tempo para terminar,
    informei tudo certinho sem adicionar nada de detalhes alem do que ele perguntou.

    minha esposa mesma coisa : se ela trabalhava, se estudava , ela disse que sim , ai perguntou quanto tempo faltava, por fim perguntou para onde eu iria , falei que era MIAMI , perguntou quem iria me acompanhar, falei que era minha esposa.
    E por ultimo falou que nosso visto tinha sido aprovado !!!!

    ai no fim ele foi muito gente boa, pois fiquei com duvida se avisava que minha viagem ja estava marcada, levei os bilhetes de reserva de hotel , passagem e tudo mais.
    Ele nem pediu nada !! ai ele falou que em até 10 dias o passaporte estava entregue.

    foi ai que falei pra ele se tinha como chegar antes , pois ja estava com viagem marcada , ele na mesma hora alterou o envio do passsaporte por sedex 10 , agora ele ira chegar na terça feira em casa 🙂

    Muito obrigado pelas dicas !!!! foi super facil com suas orientações !!!

  15. Ô Everson, que bom que deu tudo certo!!!
    Fico feliz 🙂
    Só não falei do estacionamento porque não tenho carro! Nem notei, hehehe.
    Espero que você volte ao blog e ele seja mais útil em outros assuntos pra você 🙂
    Boa viagem!

  16. Oi Lívia
    como você mesmo disse que não tinha viagens marcadas para os EUA, porém você tinha seu passaporte com mil carimbos de viagem rs
    Eu gostaria de tirar meu visto, porém apenas para já te-lo, não tenho viagem marcada e por enquanto, não pretendo viajar, mas já gostaria de ter o visto.
    No preenchimento do DS160, pedem esse tipo de informação, como proceder sendo que não tenho nenhuma viagem em mente? Devo esperar uma perspectiva de viagem ou já posso tentar?

    Obrigada.

    1. Oi Laís! Então, eu joguei pra frente, pra data das minhas férias, preenchi como se eu fosse fazer uma possível viagem (que não aconteceu, hehehe) para lá. Aí pesquisei um endereço de hotel e coloquei lá no formulário. Na entrevista, quando me perguntaram, eu falei que era jornalista, que já tinha perdido algumas oportunidades de trabalho porque não tinha o visto e disse que queria tirar pra já ter, caso precisasse.
      Minha sugestão: programa uma viagem, mesmo que você não vá de verdade! Preenche como se você fosse e, na entrevista, fala que você está planejando, mas está esperando tirar o visto pra comprar a passagem 🙂
      Espero que dê tudo certo!
      Beijos

  17. Oi, Livia! Não sei se vc vai responder a tempo, mas não tem risco esses guardadores não? Quero deixar o celular para não ficar o dia todo sem…obrigado!

  18. Olá, sou estudante nao trabalho, e me formo esse ano, queria tentar o vista para ir a Bonton a passeio, meu tio mora no EUA legalmente a muitos anos, ficarei na casa dele, mais quem vai pagar minha viagem e meus pais, eu tenho chances de conseguir o visto?

    1. Oi Lorraine,
      Obrigada por acessar o blog 🙂
      Eu recomendaria que você tivesse a carta convite do seu tio e também que preenchesse os formulários do visto com as informações que seus pais vão pagar pela viagem e as informações bancárias deles! Tem espaço pra essas infos todas no preenchimento do visto 🙂
      Acho que, com isso, vai ser tranquilo conseguir o visto. Depois me diga como foi??
      Beijo!

  19. Olá Lívia, adorei o pelo blog
    sou divorciado e a única coisa que me prende aqui é meu filho de 7 anos, sou autônomo e não tenho tenho carteira assinada. Vc tem alguma dica para mim conseguir o visto.
    Felicidades.

  20. Oi então eu tenho um mês pro meu intercâmbio e eu decidi que eu ia em última hora mais só falta o visto pra fica pronto emfim você acha melhor eu pega o visto a,eriçando de turista ou estudante o estudante demora muito só que to com medo de ir estudar lá e não poder e outra pergunta precisar levar dólar sei lá pra mostra que tenho como me sustentar lá ? ( to muito nervosa com isso kkkk )

    1. Oi Gabriela!
      Não sei como funciona o tempo de visto de estudante, mas acho que é melhor você pedir o visto pro objetivo que você tiver lá nos Estados Unidos! Acho que é melhor conversar com o pessoal do seu intercâmbio, eles vão te orientar mais especificamente 🙂

  21. Tirei meu visto agora no último dia 04/02, escolhi o RJ pela proximidade com o aeroporto, dá para ir a pé, como moro em Belo Horizonte, fui no casv daqui mesmo e no rio 3 dias depois, aí fiz bate e volta, fiquei meio apreensivo por ver muitas pessoas saindo da entrevista com o passaporte nas mãos, mas graças a Deus deu tudo certo, levei todos documentos necessários, como imposto de renda, pró-labore, inscrição estadual, extrato bancário, não precisei mostrar nada, mas ele me perguntou se tinha algo em meu nome além da empresa, e se pedisse eu teria que provar, por isso levei, dica para quem for, não brinque, responda sempre após a pergunta, se ficar demorando eles podem achar que você está mentindo, fique calmo e boa sorte.

  22. Oi, Lívia!
    Adorei o post. Ganhei uma viagem da Minds English School para Nova York (4 dias) eles vão bancar as passagens de ida e a estadia no hotel. Você acha que pagando o boleto nesses próximos dias, consigo agendar meu visto em SP para antes de Junho?
    Obrigada!

    1. Ei Letícia!
      Querida, é difícil dizer pois vai depender da quantidade de pessoas tentando marcar o visto. Eu, se fosse você, já entrava com o pedido AGORA! Quanto a ser a provada ou não, pelo que parece você não vai ter problemas, já que ganhou a viagem e está fazendo faculdade no Brasil. Uma dica é pedir um documento da Minds English dizendo que você ganhou a viagem e comprovação bancária dos seus pais, caso eles façam perguntas em relação a isso 🙂
      Boa viagem! Depois me conta como foi Nova York!

  23. Oi tudo bem Livia, gostaria de saber se tirar o visto americano no brasil, posso viajar a partir de outro pais. desde ja obrigado e se a entrevista for marcada para um dia que nao posso posso pedir para reagendar ou escolher um dia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *