Piquenique de despedida em BH [diário de viagem]

Não é segredo pra ninguém que lê o blog que eu adoro:

  • passeios ao ar livre
  • explorar lugares novos
  • programas gratuitos e colaborativos
  • reunir pessoas de vários grupos diferentes

 

Um piquenique, além de reunir todos os pontos acima, tinha outras vantagens: os dias em BH estão muito agradáveis, sem chances de chuva (nem grama molhada), além de ser prático porque basta juntar o lixo produzido no final e pronto! Também foi a chance de cada um trazer uma coisa gostosa para compartilhar com todos sem gastar muito.

Escolhi fazer o piquenique de despedida em BH na praça Floriano Peixoto, que fica no começo da Avenida Brasil (será que toda cidade mesmo tem a sua Avenida Brasil?) com Avenida do Contorno (que contorna literalmente o centro planejado da cidade).

 

Não conhecia muito bem essa praça, a última vez que fui lá ela estava cheia de gente (e lixo) durante o carnaval deste ano. A Dani (que colaborou com o blog em um post sobre Lisboa) sugeriu o local para o piquenique de despedida por ser central, fácil de chegar de transporte público ou carro, ter uma boa grama e ser bastante seguro – afinal, é a praça em frente ao 1º Batalhão da Polícia Militar (ok, essa parte é meio bad vibes, mas permitiria que o piquenique fosse até tarde se a galera animasse).

 

Chegamos na praça e ela estava tomada por um palco, a grama quase toda cercada por grades. “Ai, não, será que vamos ter que desistir?” Mas o show seria de jazz às 19h e achamos uma grama plana e com sombra que não estava interditada. Apesar do susto inicial, a despedida foi ótima: muitos amigos e familiares queridos de todas as idades interagindo entre si, comidas gostosas trazidas por todos, música de violão e sanfona tocados pela minha irmã Elisa e pelo meu grande amigo Galvão. E durou até tarde! Começamos às 15h e saímos da praça às 20h, ouvindo o jazz de longe.

 

Não ligo de deixar minhas coisas materiais para trás, mas a saudade vai estar sempre presente. Estou aproveitando cada momento com as pessoas que amo para guardar comigo e levar no coração durante a viagem.

 

1 pensamento sobre “Piquenique de despedida em BH [diário de viagem]”

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *