A Cantina San Luís e as ficheras mexicanas, que cobram para dançar

A Cantina San Luís, no bairro Roma Norte, foi a primeira balada que conheci no México. Ela é parte de uma tradição de cantinas parecidas com cabarets que teve seu auge nos 1970 e 80, mas continua funcionando até hoje. Não cobram entrada, mas é preciso apresentar identidade na porta (a minha carteira de motorista bastou). Lá dentro, além dos bartenders, músicos e garçons, trabalham também as ficheras mexicanas.

Ao chegar, vimos o amplo salão com várias mesas em volta de uma pista de dança elevada, onde no fundo está alojada uma banda que toca salsa e cumbia com um vocalista muito simpático que interage sempre com as pessoas que estão dançando. A decoração é kitch, com cortinas escondendo a estrutura de holofotes na pista de dança, letreiros luminosos, luz baixa e vermelha (os garços andam com lanternas para iluminar o cardápio de tão escuro que é).

 

É divertido e um lugar para conhecer um lado bastante peculiar da cultura mexicana.

 

cantina-san-luis-ficheras-mexicanas

 

Logo que olhei para a pista, notei a presença das famosas ficheras mexicanas, mulheres com vestidos bastante espalhafatosos, curtos e decotados, que são como… prostitutas da dança? Não sei se é correto falar assim sobre elas, mas o fato é que essas mulheres cobram para dançar com os homens que as solicitarem (e nada mais! Pelo menos não no San Luis).

 

Funciona assim: as ficheras ficam sentadas sozinhas em suas mesas até que são convidadas a sentar-se com algum homem que as solicite. Uma vez na mesa do cliente, elas pedem bebidas para ela e para ele (geralmente as mais caras, elas recebem da casa uma porcentagem do que consomem) e ficam conversando até o homem chama-la para dançar. Cada música é cobrada e o cliente pode escolher dançar apenas uma vez ou continuar com ela a noite toda, sempre dançando, claro!

 

Mas o San Luís não tem só ficheras e homens que as solicitam, o público é diversificado: quando fui, havia homens mais velhos, casais jovens, grupos de amigos que pareciam celebrar o aniversário de alguém e turistas. Muita gente dançava, alguns de forma desengonçada (eu, rs) e outros quase profissionais. É bastante interessante de apenas observar, mas por favor, se for, vá arriscar uns passos na pista também! Infelizmente, sala e cumbia são ritmos para casais e no México isso tipo uma lei (alô, machismo), mas alguns grupos de turistas subiram ao palco em rodinhas também, além de ter visto alguns pares de mulheres dançando juntas (também turistas).

 

cantina-san-luis-ficheras-mexicanas-3

 

A cada música, todos os dançarinos da pista devem sair e voltar para suas mesas – é nesse momento que as ficheras cobram de seus clientes – o preço é 30 pesos atualmente.

 

O bar mal serve comida, o foco é a dança e a bebedeira, então vá alimentado. No menu estão disponíveis destilados e cervejas – a cada pedido de destilado, vem um acompanhamento para compor um drink: se você pedir rum, chega também uma coca cola, se pedir vodka, acompanha um suco, se pedir tequila, vem limão, sal e uma dose de suco de tomate com sal com pimenta na borda, por exemplo.

 

Mulheres, não deixem de ir ao banheiro: no feminino estão disponíveis maquiagens que as ficheras usam para retocar e os biombos que separam os boxes são super baixos – de pé, eles batiam abaixo do meu ombro! Um lugar para uma excursão antrolpológica de uma parte do México que ficou para trás.

 

Cantina San Luís

Rua San Luís de Potosí, 26, entre ruas Mérida e Frontera, Roma Norte, Cuauhtémoc, Cidade do México

Bem perto da estação do metrô Hospital General

Entrada grátis, mas leve algum documento de identidade!

 

Hospede-se na Cidade do México

Opções na Roma/Condesa

Pra mim, o melhor bairro pra se hospedar: perto do metrô, do metrobus (BRT) e de diversos bares e restaurantes

Hostel 333 – o hostel onde trabalhei na Cidade do México. Excelente localização, preços baixos, festas no terraço.

Hostel Home – hostel parceiro do Hostel 333 – mais calmo e com excelente wifi, hehe.

Hostel Condesa

 

Opções no Centro Histórico:
Hostel Mundo Joven

Mexico City Hostel

Anys Hostal

 

Opções na Zona Rosa e Colónia Juarez

La Tercia

Hostel Inn Zona Rosa

Hotel Casa Gonzalez

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *