Lívia Aguiar

Pelo direito de morar, viver e brincar – antes, durante e depois do carnaval

Escrevi três crônicas sobre o carnaval em Belo Horizonte deste ano. Esta aqui é a segunda delas, A Luta, escrita pouco depois de voltar do bloco Filhos de Tchá Tchá.

Cheguei cedo na Ocupação Maria Carolina de Jesus, na Rio Grande do Norte com Afonso Pena, para pegar o ônibus organizado pelo bloco até o Vale das Ocupações do Barreiro, orla em disputa em Belo Horizonte. Saímos da Ocupação Eliana Silva e passamos pela Irmã Dorothy e Camilo Torres até a Paulo Freire. Depois de 10h pacíficas de bloco, já na festa final com funk rolando solto, a PM decidiu que queria participar com seus tiros de borracha, bombás de gás e cacetetes pra cima das pessoas. Saí minutos antes que esse inferno cotidiano da favela acontecesse. Os PMs esperaram que a maioria dos brancos fossem embora pra ostentar o seu poder que só alimenta mais violência.

O dia que o carnaval atravessou a montanha

Escrevi três crônicas sobre o carnaval em Belo Horizonte deste ano. Esta aqui é a primeira delas, A Cidade, escrita após a inesquecível experiência de atravessar com toda a massa carnavalesca do bloco Tico Tico Serra Copo o túnel da Cristiano Machado, que é parte importante da minha vida.

“Abre, cidade, não luta contra a nossa alegria, venha participar dela, exorcisar a tristeza com música, o desânimo com dança e superar o apego multiplicando amor. Muito amor pelos que lutaram pra que a gente passasse nesse território dos carros, pelos companheiros de front-folia que tocaram, dançaram, cantaram, ajudaram o bloco a andar, fizeram chuva, proveram água, cachaça de jambú, catuaba e o que mais tinham. Trocamos o que tínhamos.”

Um dia na bicicleta: de Punta del Diablo a Santa Teresa, Uruguai

Foram aproximadamente 26km de pedalada à beira-mar, por florestas subtropicais do Parque Nacional Santa Teresa e campos de pastoreio uruguaios até chegar à Fortalesa Santa Teresa, uma das principais do Uruguai.

Um passeio super gostoso e fácil de ser feito mesmo por quem está fora de forma! Ok, tem um trecho de subida mais intenso, mas é curto e as nossas bicicletas de 21 marchas e pneus largos alugadas pela BiciUruguay deram conta de nos ajudar a superá-las, hehe. E, quando batia o cansaço, era só parar, tomar uma água e aproveitar a paisagem 🙂

Como viajar pelo litoral do Uruguai sem carro

Viajei com 6 amigas para Punta del Diablo, no Uruguai, para passar o reveiom no litoral sul do sul da América do Sul. E foi uma viagem ótima! Recomendo demais!

O nosso principal desafio foi descobrir informações seguras e precisas sobre horários de ônibus para viajar pro litoral do Uruguai sem carro! Passamos alguns perrengues e tivemos que entrar em sites feitos nos anos 2000, procurar informações em cadernos escritos à mão, quadros de horários com informações desafasadas e tudo o mais, mas sobrevivemos para contar! E eu anotei e tirei foto de tudo pra poder contar pra vocês, é claro!

Agora as informações estão todas aqui, não precisa se descabelar 😉 Leia esse post e prepare-se pra viajar por todo o Uruguai!

Conheça Punta del Diablo, praia no litoral norte do Uruguai

Punta del Diablo é uma das cidades praianas do litoral norte uruguaio, vila de pescadores bem tranquila que recebe muitos turistas e vida noturna no verão sem perder seu charme de cidade pequena. parece um sonho: a cidade não tem muros, só cercas baixas de madeira ou plantas separam um terreno do outro (quando há qualquer separação).

Nesse post, conheça as praias, restaurantes, lojas e formas de hospedagem em Punta del Diablo e já comece a planejar sua viagem para o litoral sul da América do Sul (no verão, né? A não ser que você curta pinguins na praia)

Splitwise, o app para dividir despesas que vai descomplicar suas viagens em grupo

Dinheiro é frequentemente uma fonte de stress em viagens em grupo, afinal uma paga por certas coisas, outra paga outras contas e de repente tá todo mundo se devendo alguma grana, uma confusão difícil de resolver que pode inclusive ser o começo de várias brigas… Não mais! O Splitwise veio para acabar com as discussões “quem pagou o quê” em viagens! E ainda é grátis!

Nessa última viagem ao Uruguai, experimentamos usar o Splitwise e já quero voltar no tempo e usar esse app em todas as outras viagens que fiz em grupo na vida! Leia nesse post porque eu virei fã – e você vai virar fã também 😉

Caminhada pelas nascentes e mananciais urbanas do Rio Água Preta, bairro Pompeia/SP

É muito difícil matar um rio, por mais que a urbanização selvagem insista em canalizar, esconder, poluir e tentar esquecer. Basta chover que as águas voltam a correr para seu curso natural – e alagar o concreto que está no meio do caminho.

Fiz uma caminhada pelo Rio Água Preta promovida pelo Adriano Sampaio, do projeto Existe Água em SP e aprendi bastante sobre rios urbanos e ativismo ambiental! Fomos acompanhados por alguns índios guaranis que vivem no Parque do Jaraguá e a experiência deles somou muito à caminhada, que já teria sido muito legal por levar por caminhos do bairro Pompeia, Vila Anglo e Sumaré que eu não conhecia. Começamos a andar no SESC Pompeia e terminamos na Praça da Nascente, que fica pertinho do metrô Vila Madalena.

Clique no post e venha ver e ler mais sobre essa exploração urbana que revelou gratas surpresas, como lagos, bicas, intervenções artísticas e nascentes que resistem no meio do concreto.

Almoço no Fitó – filial da gastronomia do Piauí em SP

O Fitó abriu as portas em junho e fui lá conferir o cardápio na companhia de seis amigas queridas. O restaurante apresenta pratos típicos da cozinha piauiense, criados por Cafira Foz, cearense de Fortaleza que foi criada em Teresina.

Fui almoçar lá com algumas amigas e, como estávamos em 7 na mesa, pudemos provar quase tudo no cardápio. É uma das inúmeras vantagens de sair pra comer com muita gente que não liga de dividir comida, hehe.

Veja fotos e segure-se pra não babar no teclado do computador!

Conheça e siga os blogueiros participantes do Kerala Blog Express

30 blogueiros de diferentes países do mundo, viajando juntos durante 15 dias a convite do departamento de turismo de Kerala, no sul da Índia. Participei da 4ª temporada do Kerala Blog Express e essa experiência foi incrível!

Leia este post para conhecer os blogueiros que viajaram comigo e saber mais sobre os 15 dias de viagem com a ajuda dos seus diferentes pontos de vista. Se você está procurando inspiração, nesse post tem muitos blogs legais de viagem para você seguir 😉

Rolar para cima